domingo, 22 de março de 2015

Nunca me esqueças, de Lesley Pearse

Livro de aventuras em que aprendi imenso sobre a colónia de Nova Gales do Sul, futura Austrália. Aqui desembarcaram imensos prisioneiros vindo de Inglaterra a história relata as venturas e desventuras de uma mulher num desses barcos.
Compreendo a luta pela sobrevivência dela, e mais tarde dos seus, quando ela própria condenada, vivendo numa colónia de presos, que não se consegue sustentar a si própria e em condições extremas, se vê rodeada do pior que existe na humanidade. Os soldados, de certa forma, pensam-se superiores desde os condenados aos aborigenas, e têm na cabeça uma hierarquia. Os prisioneiros tem de certa forma algo semelhante, ares de superioridade, na forma de pensar dos aborigenas. Cada um só vê o que consegue extorquir dos outros. Nada relatado sobre a opinião dos aborigenas em relação ao brancos.
Tudo isto é que dá o calor e vontade de ler, a sua forma de pensar, criticamente, ao olhar ao seu redor, e verificar de forma consciente a sua situação e tentar alterá-la. História de casmurrice, poderiamos dizer, mas não será também de perseverança. Não existe um sem o outro. Busca de sonhos.
Sinopse:
Até onde iria por amor?
Num dia…
Com um gesto apenas…
A vida de Mary mudou para sempre.
Naquele que seria o dia mais decisivo da sua vida, Mary - filha de humildes pescadores da Cornualha - traçou o seu destino ao roubar um chapéu.
O seu castigo: a forca.
A sua única alternativa: recomeçar a vida no outro lado do mundo.
Dividida entre o sonho de começar de novo e o terror de não sobreviver a tão dura viagem, Mary ruma à Austrália, à época uma colónia de condenados. O novo continente revela-se um enorme desafio onde tudo é desconhecido… como desconhecida é a assombrosa sensação de encontrar o grande amor da sua vida. Apaixonada, Mary vai bater-se pelos seus sonhos sem reservas ou hesitações. E a sua luta ficará para sempre inscrita na História.
Inspirada por uma excepcional história verídica, Lesley Pearse - a rainha do romance inglês - apresenta-nos Mary Broad e, com ela, faz-nos embarcar numa montanha-russa de emoções únicas e inesquecíveis.
Boas leituras

sábado, 21 de março de 2015

Monstra: Jack et la mécanique du coeur

Hoje foi dia, dia de ir ver o outro filme que queria da Monstra, cheguei cedo mas não foi tempo perdido avancei na leitura de um livro. Gostei imenso do filme, admito que não é normal quando se trata de um filme em francês mas este é daqueles que voltaria a ver. Espécie de musical em que adorei as palavras.
Alguns excertos do filme... para vos aguçar o apetite.



Agora, só me falta ler o livro. E, depois feira da Alegria.


Adorei uma mala de mão multicolorida, mas ficou lá. Hei-de tentar fazer uma igual para mim em crochet.

sexta-feira, 20 de março de 2015

He's Got to Go, de Sheila O'Flanagan

 Este livro apresenta a história de três irmãs que aparentemente nada têm em comum, a não ser viverem em Dublin , e invejar o que a outra tem. Pensam que a vida das outras é tão boa quando comparada com a sua mas na realidade é igualmente triste para as três. Podemos catalogá-las como Nessa sendo a dona-de-casa, a irmã mais velha; Cate a mulher de negócios, a do meio; e Bree, a maria-rapaz, a mais nova.
 Problemas surgem na vida de cada uma que as afasta mais ainda e no fim as aproxima. Deixam de se ver dessa maneira ridicula para irem crescendo e mudando de opinião uma das outras, diferentes mas iguais. Passam a estar mais ligadas à familia, começando com elas próprias, e ao que interessa verdadeiramente. Apresentam um crescimento ao longo da história. Caminho longo para lá chegar e sofredor.
 No fim, leitura agradável sobre alguns assuntos sérios. A autora caracteriza as suas heroinas de uma forma real, como se fossemos nós não-personagens representadas (leitoras).
Sinopse:
It's a miracle they're related.
Apart from being sisters and living in Dublin, Nessa, Cate, and Bree Driscoll couldn't be more different. Nessa's the happy homemaker, tending to her doting husband Adam and little girl Jill and boasting of marital bliss. Cate, a career go-getter with a knock-out wardrobe, lives with her drop-dead gorgeous boyfriend, Finn -- a famous radio host who's about to break into TV -- and never wants kids. Youngest sis Bree -- a mechanic who's happier riding her motorcycle than chasing guys -- is the free spirit of the family, the one who'll never settle down. No wonder they bicker all the time.
In one way they're the same.
When Nessa begins to suspect that Adam isn't the faithful man he seems, all three sisters are shocked. But with the perfect sheen of Nessa's life finally chipped, Cate might just allow herself to admit that things with Finn aren't exactly wonderful either. And, as her two older siblings debate loving and leaving and kicking their men to the curb, Bree dares to embark upon a relationship of her own. Soon all three sisters face unexpected revelations that will show them that they can all stand on their own two feet if they have to...and that they've got each other to lean on no matter what.
Boas leituras

quinta-feira, 19 de março de 2015

Dia do Pai e Granny Square Blanket- update

A manta era, supostamente, para prenda do dia do Pai mas está a demorar mais do que pensei para terminá-la. Já estive a verificar medidas com o futuro proprietário e mais um bocadinho e ficará bem. Ficam as fotos de como está...

Ainda falta mais uns 3/4 novelos, mais um rosa, um multicolorido e se calhar vou acabar como iniciei em castanho e laranja. E normalmente, enquanto faço crochet vejo filmes, desta vez foram:


Feliz dia do pai

quarta-feira, 18 de março de 2015

Monstra: Shaun the sheep - The movie

A mais nova falou de ir ver a Ovelha Shoné, que adora, que queria ver. Está bem vamos ver. Quem não conhece? Acho que até extraterrestre conhece, titulo original Shaun the sheep, mas desta vez é o filme e não episódios da série televisiva. Através do festival de animação de Lisboa, a Monstra, está em exibição no cinema São Jorge.
Deixo link para o programa, que teve o seu inicio no dia 12, e o trailer do filme.

Recomendo, ri tanto mas tanto que até me caiu uma lente dos oculos  (ˆ◡ˆ)
Ainda vou ver mais um, me aguardem pois não é hoje.

sábado, 7 de março de 2015

Granny Square Blanket- update


E aqui está ela, a manta, tem progredido lentamente, mede 133 por 133 cm. Fui vendo alguns filmes enquanto trabalhava...

domingo, 1 de março de 2015

Feira da Buzina

O conceito deste tipo de feira é reciclar, vender o que se tem e não se usa, de forma a transformar essas coisas em dinheiro ou noutras. Utiliza a bagageira do seu carro para expor a mercadoria e, é claro, a buzina, para chamar a atenção para si e sua banca. Pode-se encontrar desde artesanato, velharias, vestuário, calçado, comida, mobiliário, um sem fim de coisas. Deixo-vos algumas fotos do evento...





Gostei. E por incrível que pareça algumas compras: uns ténis e livros de crochet:) uma pechincha,  Get your crochet on: Fly tops & Funny Flavas
e  Beyond the Square Crochet Motifs.