sexta-feira, 28 de outubro de 2016

A caminho do altar, de Julia Quinn (Bridgertons #8)

 O principio induz o leitor em erro ao começar pelo fim da história, mais para a frente iremos passar outra vez por ele mas com uma nova e diferente perspetiva do que aconteceu e essencialmente com uma nova perceção do que irá acontecer.
 O romance gira á volta de Gregory, irmão mais novo da família Bridgerton, apaixonado pelo amor em si e não por uma mulher, e sobre a sua futura mulher: mulher pragmática e prática, terra-a-terra, que tenta a todo o custo primeiro ajudar a amiga Hermione a escolher o homem acertado para a sua união amorosa, e depois, a honrar a sua familia e os compromissos acordados.
 Admito que o principio foi de todo o mais interessante, pois capta a atenção e é engraçada a perseguição de Gregory pelo rabo de saia. Para o fim arrasta-se imenso a trama com o impedimento causado pela própria consciência dela e o fim achei demasiado irrealista, o que não ajuda.
Sinopse:
Gregory Bridgerton procura a sua alma gémea. Acredita fervorosamente no amor verdadeiro, por isso não tem dúvidas de que saberá reconhecer a mulher da sua vida com facilidade. E, de facto, ao conhecer Hermione Watson, o jovem fica rendido. Mas, oh... que tragédia!, a estonteante Hermione está apaixonada por outro. É aí que entra Lucy Abernathy, a melhor amiga dela, sempre disposta a ajudar. Mesmo quando percebe que ela própria sucumbiu ao incurável romantismo de Gregory. Infelizmente, existe um outro “mas”... Pois Lucy está noiva, e tenciona colocar a honra acima dos seus sentimentos. Quanto a Gregory, no momento em que finalmente compreende que os desígnios do coração são mais intrincados do que pensava, já a sua amada vai a caminho do altar. Será que é demasiado tarde?A Caminho do Altar é o oitavo volume da deliciosa série protagonizada pela família Bridgerton.
Boas leituras

sábado, 22 de outubro de 2016

Switched (Brides of the Kindred #17)

 Mundo extraterrestre, avançado nos seus meios tecnológicos, mas meio robotizado nas emoções da sua população que é retratado neste romance, tudo o que sai da norma é excluído. Temos a possibilidade de acentuar as diferenças, ao mesmo tempo que carateriza a nossa sociedade em paralelo com a deles quando ele encontra ela, a sua cara-metade, de uma forma bastante invulgar, switch, trocando de lugar com ela. Ou ainda quando duas almas habitam o mesmo corpo.
 Ele chama-se Kerov, militar, muito masculino, musculado e de uma espécie diferente daquela que popula o planeta Tarsia Six. Ela é professora de ioga, e de outras profissões, procurando sempre novas formas de se sustentar, terrena, feminina, divorciada.
 Várias peripécias por parte de cada um ao tentar adapatr-se ao mundo do outro, e ao próprio corpo mas no fim lutam contra o o amor prevalece
Sinopse:
A warrior with a talent that could get him killed. A girl transported to a new existence with no warning. When the two of them trade lives, it places them in mortal peril. Not to mention really screwing up their love lives! Will they ever be able to get back in their rightful bodies?Or have they been forever…Switched? What happens when you wake up in someone else’s body? And what if that someone happens to be a huge, hot, Alien warrior? Frankie is about to find out…the hard way. Kerov knows his people used to have the ability to Switch bodies with their bonded mates, but he has no idea who the girl in his head is. And the fact that she’s controlling his body goes beyond awkward…it could be lethal if anyone finds out. On his home planet of Tarsia, Switching is a crime punishable by death.But there are worse things than dying as he finds out when he gets stuck in Frankie’s body as well. What is a Brazilian bikini wax anyway? And why does he have to remove his pants to get one?Will Frankie and Kerov ever get back to their own bodies? And what do the steamy dreams they’ve been sharing have to do with their destinies? You’ll have to read Switched, Brides of the Kindred 17, to find out. 
Boas leituras

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Frases indiscutivelmente verdadeiras

"The truth is we all need money to live: there's no doubt we all need to pay for a roof over our heads, food to nourish our bodies, clothes to keep up warm, medical care when we're sick or injured, and various other essentials. But the aforementioned cycle - what we've been sold as the 'American Dream'  - is devoid of meaning the American Dream will not make you happy. In fact, for many, the pursuit of this set of ideals is oppressive and is guaranteed to be a losing enterprise."



in Milburn , Joshua Fields.  (2016) Minimalism: live a meaningfull life. Asymmetrical Press.  Pág. 72

domingo, 16 de outubro de 2016

Fazes-me falta, de Inês Pedrosa

Diálogo interminável entre duas pessoas, uma feminina outra masculina, que discute o dia a dia e seus eventos desde politica, aulas, economia, um sem fim de temas contrapondo com a saudade e a morte.
Sinopse:
O leitor que abre este romance de Inês Pedrosa depara com um dispositivo narrativo de extrema simplicidade: duas vozes apenas, que, ao longo de cinquenta blocos textuais, a que, pela sua episódica brevidade, não chegaremos a chamar capítulos, se cruzam numa espécie de diálogo espectral. Uma dessas vozes é feminina, e é a ela que cabe a iniciativa de convocar os temas. A outra voz, que viremos a saber que é mais velha, pertence a um homem. Poderíamos pensar, segundo as convenções de leitura para que estamos preparados, que entre estas duas personagens existe sobretudo uma relação passional. Mas aquilo que as une é de uma outra ordem - e de certo modo o livro não faz mais do que ir à procura do nome exacto para essa ordem, o nome apropriado para esse tecido de palavras que une, enreda, compromete, envolve estas duas vozes. 
Boas leituras

sábado, 15 de outubro de 2016

Crochet Shawl Tutorial

Bom dia 
Sábado, novo projeto, novamente. Fui às compras ao Aldi tinham novas cores nos novelos de lã, os azuis sorriram para mim. Calhou bem pois procurava algo para o próximo projeto ainda nem sabia bem que cor utilizar e caiu do céu.
Continuo na moda dos xailes e este terá azul na sua constituição bem como outras cores pois desejo que seja grande e em forma de triângulo, como o exemplo abaixo.

Deixo fotos do meu inicio...


Até breve e bom sábado.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Charmed & Dangerous (Bronwyn the Witch #1)

 Uma bruxa em que o trabalho dela é proteger o primeiro-ministro britânico num mundo recheado de perigos e de bruxos com mau feitio e muito muito maus. Um pouco relacionado com Wicca pela ligação que Candace tem à Terra nas suas poções ou encantamentos e de onde retira parte para se proteger e regenerar. 
 No meio do seu trabalho, e após mudar para a nova casa, descobre que afinal não é tão má assim pois encontrou dois possiveis futuros namorados, coisa que tem muita dificuldade em conseguir e manter, devido a sua profissão. Com qual ficará?
Sinopse:
This is Candace Havens's first novel, and it's a charmer about Bronwyn, a young witch with killer protective skills, great intuition, and way too many romantic issues. Her purpose is to rid the world of evil, not in a Buffyesque way but in a "destroying bad guys one day at a time way." She's a one-woman secret service to the British prime minister, whom she saves from assassinations and other troubles, and she's able to help Sheik Azir as well. But when it comes to men -- well, since warlocks tend to throw black magic at her, why would she be attracted to the local warlock? And why does he spend so much time with her best friend? Told in diary format, Charmed and Dangerous is a delicious comic romp. 
Boas leituras

domingo, 9 de outubro de 2016

Crochet Scarf Tutorial Easy - update


Olá
Cá está o resultado final, numa semana ficou terminado. tem de comprimento 98 cms e na sua parte mais larga tem 26. Os vários tons dão um padrão que é um gozo olhar e ficou muito suave ao toque. Esta peça devido ao seu formato tem uma maneira mais especifica de usar, de forma a tapar com a parte mais larga na frente da pessoa.


A agulha é só para dar o ar da sua graça e será substituído por uma pregadeira quando usar.
Até breve

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Magic Bites (Kate Daniels #1), de Ilona Andrews

 Aqui temos magia e tecnologia em conjunto mas que se combatem a cada passo neste mundo imaginário e ainda um conjunto de seres que são ficção mas após um acontecimento se tornaram realidade.
 Seres fantasticos convivem com os humanos, falam de uma guerra que mudou tudo e vemos o inicio desta história, alguns anos depois desse acontecimento, com Kate, humana, que é uma mercenária a soldo procurando pelo seu próximo "projeto" para conseguir pagar as contas. Recebe uma visita, vampiro-zombie, que lhe pergunta sobre o seu protetor, Greg Fieldman. Assim começa um desencadear de várias situações, descobrindo vários seres diferentes pelo caminho, para desvendar quem matou o seu protetor, e porquê?
E no fim do livro ficamos sem saber que espécie de beastie ela é. 
Giro não é?
Sinopse:
Atlanta would be a nice place to live, if it weren’t for the magic…When the magic is up, rogue mages cast their spells and monsters appear, while guns refuse to fire and cars fail to start. But then technology returns, and the magic recedes as unpredictably as it arose, leaving all kinds of paranormal problems in its wake.Kate Daniels is a down-on-her-luck mercenary who makes her living cleaning up these magical problems. But when Kate’s guardian is murdered, her quest for justice draws her into a power struggle between two strong factions within Atlanta’s magic circles.The Masters of the Dead, necromancers who can control vampires, and the Pack, a paramilitary clan of shapechangers, blame each other for a series of bizarre killings—and the death of Kate’s guardian may be part of the same mystery. Pressured by both sides to find the killer, Kate realizes she’s way out of her league—but she wouldn’t have it any other way… 
Boas leituras

domingo, 2 de outubro de 2016

Crochet Scarf Tutorial Easy

Olá, venho mostrar o meu mais recente trabalho em mãos. Procurava por algo para a meia estação que se avisinha e encontrei-o no canal youtube Bobwilson. Cachecol com um formato invulgar, tipo triângulo, do qual o video abaixo demonstra o passa-a-passo para verem como se faz os aumentos, para os que não sabem.
Escolhi uma meada composta por vários ingredientes (lã, algodão e nylon), conforme podem ver na descrição abaixo, e na cor tem também vários tons desde o preto e branco, como o azul claro e o verde (ou pode parecer bege nas fotos) e ainda o rosa.
E mostro fotos de como está neste momento.

Até breve.