domingo, 30 de setembro de 2012

Shadow Game

Após leitura do nono livro desta colecção Ghostwalker, no post de dia 30 de setembro,  decidi procurar pelo primeiro. Procurei-o no ebay. Já veio e já o li.
Aqui transparece uma visão ainda não formulada do que aconteceu às forças de elite. Começam a ter noção das implicações que a experiência acarreta, não só com a filha, do chamado vilão, mas com todos os outros membros da força de elite governamental e algumas repercussões futuras. Aprendem a isolar-se mentalmente o que ajuda a uma vida normal, algo que lhes escapava antes, percebendo terem de viver no laboratório o resto da vida.
Sinopse:
The classified experiment is the brainchild of renowned scientist Peter Whitney and his brilliant daughter, Lily. Created to enhance the psychic abilities of an elite squadron, it can transform their natural mental powers into a unique military weapon. But something goes wrong. In the isolated underground labs, the men have been dying-victims of bizarre accidents. Captain Ryland Miller knows he is next. When Dr. Whitney himself is murdered, Ryland has only one person left to trust: the beautiful Lily. Possessed of an uncanny sixth sense herself, Lily shares Ryland's every new fear, every betrayal, every growing suspicion, and every passionate beat of the heart. Together, they will be drawn deeper into the labyrinth of her father's past…and closer to a secret that someone would kill to keep hidden.
Boas leituras.

Pormenores da tatuagem

Depois da pasta verde escura cair, convém deixar o máximo de tempo possível e sem contacto com a água, fica assim num tom meio acastanhado.
Nunca pensei que tirar fotos a mim própria fosse tão difícil. Não tenho uma foto em que a tatuagem tenha ficado bem visível.

sábado, 29 de setembro de 2012

Workshop Tattoagens de Henna

A E. queria muito ir a workshop e perguntou se eu também queria. É de quê? A minha primeira questão, E aonde? E outras sucessivamente sem perceber muito a que ia. Isto algumas semanas a trás. Hoje foi o dia :)
Lá fomos nós de comboio para Sintra e de Sintra apanhamos o autocarro para Colares e finalmente chegamos ao destino. Mas valeu a pena. Primeiro troca de cumprimentos entre alunas e formadora Sona. Infelizmente a senhora não tem ainda blogue ou site. Depois parte teórica, como fazer, o que fazer, quais os traços básicos.
As duas primeiras fotos são a minha inspiração, ou melhor, o desenho que eu pensava ser mais fácil e o qual treinei em folha de papel, o peixinho. Ao lado várias folhas e flores, um dos traços mais básicos e fáceis de fazer. Nota-se a minha falta de jeito para o desenho mas tentei.

 Em baixo foto da minha mão direita com os desenhos já realizados, a foto não demonstra mas a pasta é de um verde garrafa, escuro, e não preto como se vê.

 Por último, todas as mãos pintadas com henna. Aqueles pacotinhos grandes e pequenos, os cones, são os utilizados para fazer os desenhos e manipulados como se de uma caneta se tratasse. Requer alguma prática aviso já.

Colheita de Hoje

Hoje na horta após a rega o piri-piri chamou por mim. No lado dos morangos ainda consegui salvar algumas flores do girassol que vão para uma jarra.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

The Lovely Bones

Hoje acabei de ler este livro, de Alice Sebold.
Admito que tem coisas que gostei e que não gostei. Gostei da visão do Céu, da relação entre vida e morte. Relação simples, considerada sem culpa, um local de aprendizagem contínua e procura onde ao chegarmos podermos ter aquilo que desejarmos ao nosso redor o que nos acompanhou em vida e os quais conhecemos, conforme a nossa aprendizagem de nós próprios e dos outros progride. Esta relação pode ser considerada por alguns carecendo de conteúdo religioso mas eu considerou-a espiritual. Não tem obrigatoriamente de existir aspectos existentes de uma ou outra religião, seja ela católica, episcopal, ou islâmica, para ser considerado religioso.
Gostei da procura de Susie pelo conhecimento dos seus pais, e família, e também amigos. Apesar de em certas alturas considerar esta procura obsessiva e algo contrária a visão narrada do céu. Principalmente aquando da troca de corpo com Ruth Connors e Susie.
Sinopse:
My name was Salmon, like the fish, first name, Susie. I was fourteen when I was murdered on December 6, 1973. My murderer was a man from our neighborhood. My mother liked his border flowers, and my father talked to him once about fertilizer' 
This is Susie Salmon, speaking to us from heaven. It looks a lot like her school playground, with the good kind of swing sets. There are counsellors to help newcomers to adjust, and friends to room with. Everything she wants appears as soon as she thinks of it - except the thing she wants most: to be back with the people she loved on earth. 
From heaven, Susie watches. She sees her happy suburban family implode after her death, as each member tries to come to terms with the terrible loss. Over the years, her friends and siblings grow up, fall in love, do all the things she never had the chance to do herself. But life is not quite finished with Susie yet. 
The Lovely Bones is a luminous and astonishing novel about life and death, forgiveness and vengeance, memory and forgetting. It is, above all, a novel which finds light in the darkest of places, and shows how even when that light seems to be utterly extinguished, it is still there, waiting to be rekindled. 

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Pintura em vidro


Procurando pela net por ideias e técnicas para a pintura em vidro encontrei algumas ideias interessantes. Segue abaixo.




Retirado daqui algumas dicas a ter em conta quando se pinta em vidro.
Helpful Hints
1. Be sure to clean glass before painting. Rubbing alcohol or glass cleaner will work to remove any residual grease left on the piece.
2. Follow the instructions carefully for each paint product selected. Some paints (such as PermEnamel) require an undercoat and overcoat to be applied before and after the color. Other paints such as Vitrea 160 and Glossies require only paint.
3. All glass can be baked. Simply place it in a cool oven, allow the oven to heat to desired temperature, set the timer and bake for the required time. After baking allow the piece to cool down before removing from the oven. Oven thermometers are suggested.
4. Resin based paints such as Pebeo's Vitrea 160 are removable until baked. Simply wipe off mistakes with a cotton swab and warm water or alcohol.
5. All brushes can be used for glass painting; synthetic brushes tend to allow for more brushstrokes, natural haired brushes allow for more paint to be applied for a smoother coverage.
6. All tools can be cleaned with soap and water. If using an acrylic based paint (such as PermEnamel and Glossies) be sure to clean the brushes immediately after use - so they don't dry out.
7. To paint an entire piece all one color - sponges give the best overall, even coverage.
8. When using stencils, sticky stencils work best. Stick the stencil to glass and apply paint with a sponge.
9. Many effects can be obtained using mediums, accessories and auxiliary products. Pebeo's Vitrea 160 line offers frost medium for frosted effects, iridescent medium for iridescent effects and crackling medium for crackled effects. The Vitrea 160 paint line offers a selection of both frosted and glossy colors as well as 10 colors of dimensional outliners for adding designs with a "puffy" dimensional appearance. Delta's PermEnamel offers additional frost medium, shimmer colors and outliner for lead effects.
10. Don't mix the paint lines with each other as each has a different formulation and combination of the products by mixing paints could result in undesirable results!

Bonsai e chuva

 Não tenho só coisas da horta para mostrar. Neste caso é mais as vantagens que água traz a esta planta. Fez maravilhas na terra mesmo que seja num neste pequeno vaso, ora vejam

A horta na chuva

Não é que um pouco de água faz diferenças e alguns estragos. Primeiro, aquela coisa grande era afinal um girassol, que com as chuvas e o vento desta zona já está inclinado. E a vantagem é que assim consegui tirar uma foto próxima sem tentar dobrar a planta.
E pragas, vem a água e os morangueiros são atacados por estas coisinhas, semelhantes a lesmas com casa às costas. Lentos como os caracóis mas a comer os sacanas são rápidos, esburacam tudo.

Mais pragas que nesta altura aparecem na horta: caracóis


e até bichos de conta. Não são normalmente colocados em tal categoria mas estes aqui põe-se a comer os morangos. Quem diria!
Boas saudações chuvosas

domingo, 23 de setembro de 2012

The Practical Handbook of Card-Making

Após verificar cada ideia que me surgiu, e foram várias, e diferentes preços decidi-me pelo livro. Ontem andamos a passear e a certa altura fomos à Fnac procurar pela prenda de P. Procurar pelo dito livro, até foi fácil, encontrá-lo, passo pela secção tempos livres/livros práticos e eis que encontro outro livro que me cativou. Não resisti veio comigo.
Comporta várias técnicas e formas de trabalhar os materiais e procurava por um livro deste género faz algum tempo. Um primeiro que tinha visto encontra-se esgotado e é igualmente um importação mas talvez venham mais para a época do Natal, tem um projecto para cada dia, são 365.
E vou ali ler mais um bocadinho do handbook.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Bonsai - poda


Viram que a minha serissa já precisava de um corte naqueles ramos secos, desbastar até encontrar verde nos ramos. Pedi a tesoura de podar emprestada à Muff para estes efeitos. Bem agarrei coragem e toca de cortar a bichinha. Antes estava assim, foto em cima, do último post sobre bonsais. E depois foto abaixo, como a deixei esta manhã.

E ainda pormenor de uma ramo seco. se calhar devia ter cortado mais um pouco mas estava na hora de sair de casa para correr atrás do comboio :)
.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Leituras em dia: O mercenário e O Chefe do Clã

No fim de semana passado dediquei-me à leitura, mais uma vez, mas devido a algumas dificuldades físicas procurei alguns romances, mais fácieis de ler e sem muito pensar. No sábado escolhi para a tarde de calor que se avizinhava O Mercenário, de Terri Brisbin. Seguido no domingo por O Chefe do Clã, da mesma autora.

O mercenário
Livro um pouco leve demais mas com conotações imensamente práticas. Rei põe cavaleiro com terras, dama foge, cavaleiro procura, casam-se, 1ª experiência dela = noite de núpcias, depois marido procura mas sem querer demonstrar interesse, desejo de repetição de experiências sex...
Previsivel. Lê-se.
Sinopse:
Ele era um guerreiro nobre e ela sua esposa por decreto!
Brice Fitzwilliam recebeu, por fim, a sua recompensa: o titulo e as terras de Thaxted. Só lhe faltava reclamar a esposa que lhe fora prometida.
Mas Gillian de Thaxted não queria ser o prémio de nenhum homem. Não se submeteria ao físico poderoso e aos olhos penetrantes daquele cavaleiro, apesar de os seus braços a envolverem durante a noite.
Brice pensava que agradaria à sua esposa por obrigação, mas aquilo acabou por se converter num prazer nocturno também para ele. Arriscaria-se-ia a perder a armadura que rodeava os eu coração se sucumbisse aos encantos daquela bela mulher?
O Chefe o clã
Lido na tarde deste domingo em que me sentei amaparada pelas almofadas a ler. Romance giro, leve e interessante com as suas voltas, criadas à volta de uma reputação indesejável. E floresce algo contrário ao que os dois envolvidos pensavam. Final Feliz
Sinopse:
Aquele homem tinha fama de ser tão duro e indomável como as terras onde habitava...
Lady Jocelyn MacCallum sempre pensara que se casaria por amor, contudo, se queria devolver a liberdade ao seu irmão, teria de se transformar na nova esposa do assustador Connor MacLerie ... e isso podia custar-lhe a vida.
Assim que viu o belo e severo rosto de Connor, Jocelyn desejou que todos os rumores que circulavam sobre a sua implicação na morte da sua falecida esposa fossem falsos. Encontraria uma forma de chegar ao coração que escondia sob a sua fachada imponente?
Boas leituras

Bonsai


A uma semana atrás considerava mesmo que ia morrer, o meu bonsai ficou quase sem folha, e as que restavam estavam amarelas, com mau aspecto e iam caindo. A pobre da planta não gosta mesmo da minha casa. Não a culpo. Faz imenso calor, normalmente faz mais lá dentro do que cá fora, no inverno dá muito jeito mas no verão nem por isso.
Coloquei-a cá fora no pátio e continuei a dar-lhe água. Como ficou, pior pensam vocês? Fotos mostram o contrário. Será que o bonsai é uma planta de interior?


Em três dias apenas tava diferente. Por acaso até já tenho rebentos pequeninos em vários sitios.

domingo, 9 de setembro de 2012

Loiça

Antes estava assim, com água e terra numa alguidar, pelo menos com três anos em cima, o tempo que estou nesta casa, deve ter dado criação de girinos um milhão de vezes. De manhã pus mãos ao trabalho, antes do calor apertar.

Agora lavadinha, em parte, há coisa que água e sabão não conseguem tirar. Algumas manchas ficaram, cadê o calor Father Time

Ninguém diria mas até tem um desenho engraçado na loiça. Flores e folhagem são sempre um clássico.

Pudim de chocolate


Depois do prato do almoço, de quase lamber os dedos com o azeite da perca do Nilo com todos, vamos para a sobremesa. Pronto, dia da asneira, digam se a asneira não tinha bom aspecto.
Receita da Tupperware, mas não foi feito no Micro Delight, e sim num pirex de ir ao microondas e alterado um pouco.
Ingredientes:
200ml de leite meio gordo
50gr de chocolate em barra
2 ovos
25 gr de açúcar
Preparação
Derreter o leite com o chocolate no pirex no microondas na potência 300, e depois mexer até derreter completamente e ligar ambas as partes. Bater os ovos e juntar ao preparado anterior, adicionar o açúcar e mexer tudo. Levar ao microondas tapando. Colocar a potência do microondas a 300 e durante 7 minutos. E voilá pudim de chocolate. Se quiser junte fruta, a mim foi mais para aproveitar um bocadinho de morangos que tinha ali e para não desperdiçar.


Muito suave na textura. Recomendo.

Ruthless Game - A Ghostwalker Novel

Terminei este livro no dia 7, sexta-feira, mas não tive tempo de o cá colocar. Inovador no sentido de ser um romance paranormal mas com alguma intriga e mais acção, corpo de elite a trabalhar para uma agência governamental, o que altera a forma de vermos o desenrolar do enredo. Personagens com habilidades paranormais desenvolvidas em cativeiro, alguns, e na maioria através de processos científicos, sim experiências.

Sinopse:
Ghostwalker Kane Cannon is pure male—animalistic, sexual, protective, instinctive—and his past missions have prepared him for anything. But his newest assignment, to rescue hostages in Mexico, plunges him into a hot zone he never anticipated: the hiding place of Rose Patterson—fugitive, ex-lover, a fellow Ghostwalker pregnant with his child.

Rose is in flight from the insidious experiments that still live in her dreams, and from the madman who’d do anything to take her child. Of all the Ghostwalkers enlisted to hunt her down, Kane is the only one she can trust. But as their passion reignites, the stakes are raised. Because Kane is now a wanted man as well. And together they’re about to face the most desperate challenge of all: staying together and staying alive.

Livros desta colecção que já saíram, pela ordem de leitura aconselhada pela autora:
- Shadow Game
- Mind Game
- Night Game
- Conspiracy Game
- Deadly Game
- Predatory Game
- Murder Game
- Street Game
- Ruthless Game
- Samurai Game
Comecei pelo nono livro da colecção, vou procurar os outros. :9

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Omelete de agrião


Para jantar decidi experimentar outra vez o Micro Delight, da Tupperware, e fiz omelete de agrião. As folhas não chegam a empapar, só dura 2 minutos, e saiem quase como entraram.
Acompanhei com um bocadinho de feijão verde e o resto de linguine nero que tinha na despensa. Um prato vegetariano :)

Colheita de hoje


3 cores no feijão. Até se nota as mudanças.

Hawai Hibisco - update

Na hora de almoço tenho feitos mais uns bocadinhos, como podem ver.

Ao verificar as medidas, fica muito grande para um individual, olha fico com um paninho para colocar em cima da mesa.

Mas vou alterar a disposição dos hibiscos e bem como a quantidade deles no total, porque a primeira em que tinha pensado fica muito vazio para um pano tão grande.

Estado da Horta

Lembram-se daquela coisa grande no lugar das flores, pois, continua maior e claro, sem flores. Qualquer dia os vizinhos de cima queixam-se que lhes tapo a vista. ahhrg

Os morangueiros, após a tosquia das folhas, havia muitas e fazia com que produzisse menos morangos para alimentar tanta folhagem, como novos.


O meu feijoeiro está a secar, também já estamos em Setembro mas pronto. Perder algo bom é sempre triste.

Os tomateiros estão iguais, queimados pelo sol fazer o quê. Durante o meio dia e após é o Deus me acuda e fugir ao sol.

Finalmente tenho mais um pimento, meio escondido mas lá está. Será o segundo este ano, a planta não gostou muito daquele lugar.

E, por último, as flores da beringela continuam a aparecer, são muito bonitas neste tom de cor.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

The runaway princess

Mais um livrinho, mais uma leitura.
Imensas peripécias se encontram aqui, o que no todo do livro tornam-se repuxadas e que inseridas tornam o enredo inverosível. Muita coisa faz isso. Mas ao ler-se não perdemos o folego e o fio à meada. Até é bom.

Sinopse:
MASQUERADE
English orphan Miss Evangeline Scoffield has spent her life contenting herself with dreams. But with an unforeseen inheritance, she can afford one perfect summer--a summer she will spend the rest of her life remembering. She buys herself expensive clothes, travels abroad, and presents herself as a lady of mystery.

MARRIAGE
But she quickly discovers her mistake, for a darkly handsome man appears at her bedroom door, claiming to be a Crown Prince--and her fiance.

OR THE EVER AFTER OF HER DREAMS?
One look into her eyes, and the prince recognizes her. She is his betrothed, the runaway Princess of Serephina. All her denials cannot change that, or alter the passion that burgeons between them. To fulfill their destinies, the prince will do anything--abduct her, coerce her, or, best of all, seduce his reluctant bride into his royal world of peril, promise and passion.
Até breve.

Individual HAWAI Hibsico update

Hoje consegui agarrar um bocadinho no meu trabalho de ponto cruz, mais umas cruzinhas. O antes...

E o depois...

Pormenor da tela Charles Craft, dá muito jeito nos três quartos de ponto :)

domingo, 2 de setembro de 2012

A manta azul

Hoje finalizei este livro, de Raj Kamal  Jha.  Admito alguma dificuldade na interpretação desta história, os sucessivos recuos e avanços no tempo tornaram difíceis a sua compreensão na totalidade, pelos menos para mim. Descreve a vida típica do povo da Índia e provavelmente ainda nos dias que correm. História triste.

Sinopse:
Numa casa de Calcutá, parcamente iluminada pela luz amarela de um candeeiro de rua, um recém-nascido permanece embrulhado numa toalha de hospital. No quarto ao lado, sozinho, um homem escreve. 

Quem é esse homem, a um só tempo assustado e determinado? O que escreve? De onde veio o bébé e qual será o seu destino? Durante a noite, todas estas questões serão respondidas, à medida que o homem vai desvendando os segredos que tem carregado toda a vida. 

Lentamente, à medida que a noite avança, a terrível verdade é revelada peça por peça, tal como num quebra-cabeças: duas crianças que exorcizam os medos no azul da manta que lhes cobre a cama; uma mãe que acena a um estranho que passa enquanto lava o filho; o fantasma de um bébé morto, cujas pegadas marcam o chão da casa de banho; o uivo mudo de um estádio de críquete. 

Numa prosa arrebatadora e precisa, Raj Kamal Jha revela o amor e a esperança que teimam em existir por detrás da violência camuflado e do erotismo distorcido de uma velha cidade. "A Manta Azul" é uma história profundamente comovente sobre pessoas que, através da sua imaginação, conseguem a salvação que tão desesperadamente procuram. Primeiro romance do autor, ele revela-se de um poder extraordinário e de uma rara humanidade, fazendo recordar a estreia de Arundhati Roy e o seu "Deus das Pequenas Coisas". 

My favourite bride

Livro lido numa tarde de sol e calor para passar o tempo. E muito bem passado, enredo criado de forma criativa, um clássico muito semelhante à Musica no coração, optimista e leve. Gostei.
Sinopse:
When Miss Samantha Prendregast arrives at Devil's Fell to take charge of six rebellious girls, the vibrant, outspoken governess is not quite prepared to deal with the tall, dark and dashing master of the grand estate. The children she can manage with intelligence, guile . . . and a little bribery. Their widowed father, Colonel William Gregory, is not so easily charmed -- and far too easy to fall in love with, which she dares not do.

William always cherished the orderliness of his life, until this captivating troublemaker began flouting his authority and distracting him with her witty defiance and breathtaking beauty. Despite the fact that they clash at every meeting, William finds himself inexplicably drawn to Samantha's fire. And now he's even contemplating marriage, which would be sweet madness indeed.

But before he can successfully woo her, William must discover what it is that Samantha is hiding from him. But the secret the lady is preciously guarding is far too shocking and dangerous to ever reveal .

sábado, 1 de setembro de 2012

Festa de Corroios


Combinamos ir jantar e cheguei a Corroios pelas 19 horas. Cumprimentos da praxe ao pessoal, conhecidos que vimos pelo caminho e lá íamos procurando sitio para o caldo verde. No caldo não tivemos sorte mas comi um pão com chouriço divinal, ou era a fome, acompanhado por batatas fritas e ice tea de limão.
E depois, fomos para a maravilha desta festa, principalmente para nós :)

Vai uma ginjinha pessoal