quinta-feira, 29 de maio de 2014

One Hundred Names, de Cecilia Ahern

Procurar uma história para uma jornalista, não parece algo que seja facil de fazer, ou de construir, mas acho que Katherine devia estar habituada. Torna-lo numa obra de ficção, e depois neste livro, algo prazentoso de ler, melhor ainda.  Leitura fluida e algo contemplativa.
Fazer com que alguém entra em contacto com os outros, através de um pretexto, descobrindo-se a si própria, ao mesmo tempo que entra na vida de pessoas desconhecidas, e é, em contrapartida, tocada por elas.  Kitty anda perdida, ao longo da sua carreira perdeu uma parte de si e só agora, aquando da morte da sua amiga e editora chefe da revista, Constance, é que se apercebe disso. Mas o que perdeu, esqueceu? 
Muitas histórias em cada um de nós, esta é um mero exemplo.
Sinopse:
Journalist Kitty Logan's career is being destroyed by scandal - and now she faces losing the woman who guided and taught her everything she knew. At her terminally ill friend's bedside, Kitty asks - what is the one story she always wanted to write? The answer lies in a file buried in Constance's office: a list of one hundred names. There is no synopsis, nothing to explain what the story is or who these people are. The list is simply a mystery. But before Kitty can talk to her friend, it is too late. With everything to prove, Kitty is assigned the most important task of her life: to write the story her mentor never had the opportunity to. Kitty not only has to track down and meet the people on the list, but find out what connects them. And, in the process of hearing ordinary people's stories, she starts to understand her own.
Boas leituras

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Prince Charming, de Julie Carwood

 No principio o desenrolar da ação é lento, devido a ambos os personagens fugirem ou não querem conhecer-se, programavam separar-se rapidamente e cada um ir a sua vida. Leva a algum desanimo pois não avança até começarem a criar empatia pela história um do outro e as razões por detrás dessa história. Depois, mais ou menos a meio do livro, começa o interesse primeiro por parte dela, depois dele.
 No geral é agradável, mais para o fim até acaba em bem. Não ficamos a conhecer o desfecho de todos os personagens referidos. O que gostei mais, a forma como Taylor fala com Deus, um pouco do género de Música do Coração em que o motto era "Quando Deus te fecha uma porta abre-se uma janela.".
Sinopse:
Only her beloved grandmother, Lady Esther, knew how devastated Taylor Stapleton had been when her fiance eloped with Taylor's cousin, Jane. Now that good lady -- one of London's richest and most formidable matriarchs -- lay dying. But first she was going to help Taylor pull off the scam of the season.
To escape becoming a ward of her unscrupulous uncle, Taylor would wed Lucas Ross, a rugged American rancher. Lady Esther's money would enable Ross to bring his youngest half-brother home to Montana. Taylor had her own urgent reason to go to America... a precious legacy she hadn't revealed to Ross, for they had agreed to go their separate ways once they reached Boston. But as her handsome new husband spoke of life in Montana, Taylor began planning a new future. To Taylor, the wide-open spaces of Montana sounded like paradise...
Boas leituras

sábado, 17 de maio de 2014

My Best Friend's Girl

O inicio é algo doloroso de ler, e não digo os três primeiros capitulos mas sim as duas primeiras páginas. Conformar-se com uma situação de doença deste género é muito dificil. 
Mesmo na leitura somos questionados intimamente com as escolhas feitas por ambas amigas. Desconsolo, choro, reina o leitor aquando da leitura de tais páginas mas a personagem princiapal relata a sua incapacidade de lidar com a situação da sua melhor amiga, apesar de ainda pensar dessa maneira em relação a ela com tudo o que aconteceu. Um passado recheado de eventos que as separou mas é ao mesmo tempo um consolo saber que tal existência vive e respira algures. Até ser confrontada com a custódia legal da filha dela, como forma de fazê-la escapar da opressão dos seus avós maternos, e depois com a sua morte.
A entrada de alguém novo na sua vida faz com que reconsidere o que era a sua vida até então, bem como a forma que tem de ver o seu passado e futuro. E trazer alguma luz. Diferenças serão necessárias para acomodar a pequenina mas também o seu novo relacionamento amoroso.
Sinopse:
When Kamryn "Ryn" Matika gets a call from college friend Adele "Del" Brannon, she reluctantly heads to the hospital where Adele is dying of cancer. The two had been odd couple friends (working-class Ryn is black, posh Adele is white) while attending Leeds University, but their friendship did not survive Del's admission of an affair with Ryn's fiancé Nate Turner, which also ended Ryn's relationship with Nate.
The affair did result, however, in the now-five-year-old Tegan, and Del has called Ryn to ask her to adopt the adorable girl. Ryn agrees, but must face down Del's stepmother, Muriel, to do it.
She finds surprising help from new boss Luke Wiseman, who, after meeting her unceremoniously, loves Tegan (and eventually Ryn, too), but the return of Nate, who doesn't know Tegan is his daughter, promises to reopen old wounds.
Boas leituras

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Troca relampago - o que recebi

Aqui está o que recebi hoje da minha madrinha nesta troca, pelo grupo Pontos-e-pontinhos. Compõe-se de uma pega bordada com uma joaninha, uma embalagem de bolo de caneca para microondas (vou adorar experimentar esta  receita) e 2 galões. Na foto acima o 2º já está caneca.

 Olhem só a joaninha, não é linda?
PS: Foto cedida pela proprietária do blogue, a minha ficou muito escura e não dava para ver os pormenores.

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Troca relampago - o que enviei

Mais uma troca organizada pelo grupo Pontos-e-pontinhos, é suposto ser uma coisa rápida de fazer e acompanhada de um docinho. Não havia um tema em especifico mas tentei ir ao encontro da época actual, Primavera.
Mostro fotos com os pormenores das peças enviadas. Uma caixa decorada com carrinhos de linha para coser e um bloco de notas para os apontamentos que precisar fazer. Sempre útil.



E por último foto do postalinho.

Que acham? Será que ela gostará?

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Frases indiscutivelmente verdadeiras

"My 'issues' weren't immediately obvious. By the time I met Nate my outward appearance was nothing bothered me, that year after year of being called fat and ugly hadn't done a thing except to spur me on to success. No one, except maybe Adele, knew that beneath my adult venner, beneath my confidence and great job and ability to sleep with good-looking men, beat the heart of a terrified girl.
The outside world, and even to an extent Adele, was taken in by my outward appearance; the impenetrable, polished image I diligently maintained. People truly believed I was cool and haughty, confident and capable. Nate had seen through me. He discovered almost straight away the thing that terrified me more than anything else. My ultimate phobia? People."
in Koomson, Dorothy. (2006) My best friend's girl. Sphere. London. Pág. 30

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Uma Mansão na Bruma

Gostei mas aviso que a sinopse da capa induz em erro. Considero a teia de mistérios mais como uma de intrigas ou de desencontros. Pois quase todos têm noção do que se passa com os envolvidos mas quem deveria saber não tem a minima ideia. Algo para a detective Cleo descobrir...
Leitura fluida
Sinopse:
É com surpresa que Cleo recebe a notícia do casamento da mãe e o convite para passar uma temporada na Cornualha, onde irá conhecer o seu novo padrasto, Lord Landrake. Inicialmente, a jovem sente-se intimidada pela imponente mansão da família, mas depressa se rende à sua beleza.
Se ao menos a sua relação com os Landrake fosse igualmente simples... Mas o comportamento de Lord Landrake torna-se cada vez mais estranho, e as suas três filhas, as novas "irmãs" de Cleo, parecem ser infelizes e extremamente maliciosas.
Será Fitz, o jovem cunhado do lorde, a ajudá-la a perceber a verdadeira dimensão do passado daquela família. Juntos, estão decididos a descobrir o que se esconde por detrás da teia de mistérios e paixões que envolve Landrake House há gerações.
Boas leituras