domingo, 6 de janeiro de 2013

Uma cana de pesca para o meu avô

Vários pequenos contos sobre as reminiscências do autor, relembrando a sua mocidade, sua familia, retratando uma época diferente desta presente, vivida no tempo de outrora.
Sinopse:
Plano Nacional de Leitura  
Livro recomendado para os 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, destinado a leitura autónoma. 
É o primeiro livro que nos chega em tradução portuguesa do Prémio Nobel da Literatura do ano 2000. "Uma Cana de Pesca para o meu Avô" é uma colectânea de seis contos do escritor Gao Xingiian, nascido na China Oriental em 1940, perseguido pelo regime, enviado para um "campo de reeducação" durante a revolução cultural e exilado em Paris desde 1987. 
Os contos variam entre o lirismo e o absurdo (foi com a publicação de peças de teatro inspiradas em Becket que Gao Xingiian se afirmou), e neles são visíveis os sinais de exílio e perseguição, as alusões aos tempos terríveis por que os chineses passaram. Mas há também um sinal de esperança e crença na "bondade do coração humano": "tudo isso pertence ao passado. Temos de aprender a esquecer".
Resto de bom fim de semana.

Sem comentários:

Enviar um comentário