sexta-feira, 18 de maio de 2018

Todos os dias são meus

Leitura rápida e divertida, livro pequeno. Caraterização de um prédio com personagens tipicas do povo português em que podemos reconhecer algum vizinho ou amigo. É nos descrito as personagens começando de cima para baixo, 5º andar com a suposta porteira e o seu relato com o conhecimento da vitima, o leitor procura no seu papel de policia saber o que acontece à inquilina do 3º andar.
No meio destes relatos encontramos capitulos-separadores com Razão ("A razão de me encontrar aqui." pág. 18), alguns pensamentos pela voz da vitima sobre a sua vida presente, a sua história inicial inexistente, suas taras e manias e alguns vislumbres para o que vai lhe acontecer.
Gostei.
Sinopse:
Um thriller surpreendente e de ir às lágrimas que é também um retrato irónico da sociedade portuguesa, seus tiques e manias.Um livro cheio de inteligência e humor que explora os tiques e as vicissitudes de personagens que todos reconhecemos do prédio, do local de trabalho ou até mesmo das nossas amizades.É raro a literatura portuguesa apresentar uma mistura tão fina de sensibilidade e ironia. Mais ainda quando garante uma grande dose de humor.
Boas leituras

1 comentário: